TREINADOR DO VILHENENSE: “EMPATE FOI POSITIVO”

Após 15 dias longe de casa, e de uma maratona de viagens, Vilhenense deve chegar em Vilhena na noite desta quinta-feira

Felipe Romário, treinador do Vilhenense (Foto: Rogério Perucci)

A delegação do Vilhenense é esperada em Vilhena na noite desta quinta-feira. O grupo está há 15 dias longe de casa em compromissos pela Copa do Brasil Sub-20 e Brasileiro Série D.

O time viajou no dia 5 para a cidade de Alvorada, na região metropolitana de Porto Alegre-RS onde enfrentou o Internacional pela Copa do Brasil Sub-20 no dia 07. Do Rio Grande do Sul o grupo foi para Rio Branco-AC para compromisso pelo Campeonato Brasileiro Série D no dia 11. Da capital acreana a delegação do Leão embarcou para Manaus-AM onde encarou o Fast na quarta-feira, 14.

A partida no Ismael Benigno terminou no empate em 1 a 1. Resultado positivo para o Vilhenense, na análise do treinador Felipe Romário que conversou com a reportagem, via aplicativo de conversa, enquanto aguardava o embarque no aeroporto de Guarulhos. “Estávamos cientes das dificuldades que iríamos enfrentar, mas pela análise que fizemos do adversário conseguimos mapear as ações e montarmos uma estratégia que acreditávamos que poderia nos dar o resultado positivo. Foi um jogo aberto, franco, aonde as duas equipes buscou propor o jogo, cada um da sua forma, e o empate acabou sendo um bom resultado para nós, haja vista a maratona que enfrentarmos nos últimos dias”, disse o treinador.

Na sexta colocação com 5 pontos, o Vilhenense recebe no Portal da Amazônia o Independente-PA, no domingo, 18, para partida que fecha o primeiro turno da fase classificatória.

Fonte: EsporteRO.com.br