ESTADUAL COMPLETA 15 DIAS DE SUSPENSÃO

Quatro dos 11 clubes já protocolaram desistências da competição

No dia 17 de março, uma Resolução assinada pelo presidente da Federação de Futebol do Estado de Rondônia (FFER) Heitor Costa, seguindo orientações da Organização Mundial da Saúde (OMS), da Secretaria de Estado da Saúde (SESAU), e da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), devido a pandemia do Coronavírus, suspendeu por tempo indeterminado o Campeonato Rondoniense Série A e demais competições organizadas pela FFER.

Esta suspensão completa amanhã 15 dias. Neste período, de acordo com a Resolução a suspensão seria reavaliada. Ontem, um novo decreto do Governo do Estado flexibilizou o decreto interior que colocou o Estado em quarentena fechando indústrias e comércios, e suspendo eventos artísticos e esportivos.

Mas, uma ação civil pública movida pelo Ministério Público Estadual (MPE) impede que o governador emita novos decretos que flexibilize ainda mais as atividades do comércio e fluxo de gente, até que o Estado garanta que a sistema de saúde esteja preparada para enfrentar a pandemia.

Diante deste cenário, é minimamente sensato prever que o Campeonato Estadual não será retomado nos próximos dias. Uma fonte da FFER ouvida pela reportagem avaliou afirmou que as federações não vão tomar uma decisão sozinhas. Segundo a fonte, as federações devem esperar o posicionamento da CBF. Na avaliação da fonte, as atividades devem ser retomadas apenas no final de abri.

Enquanto isso, dirigentes e atletas vivem a incerteza se o campeonato será retomado. Os clubes, que na sua grande maioria, tinham se programado para uma competição de quatro meses, vêem agora os gastos aumentaram mais do que o previsto.

Quatro dos 11 clubes da Série A já anunciaram suas desistências do Estadual. O último deles, o Barcelona de Vilhena, protocolou nesta segunda-feira o ofício se abdicando da sequência do Estadual. Os outros clubes que já confirmaram desistência foram o Guaporé, o Guajará e o Rondoniense.

O Genus, que cogitou em desmontar o elenco profissional e disputar o restante do campeonato com o Sub-20, mandou seus atletas para casa, mas, de acordo com o Evaldo Silva, presidente do Auri-grená, caso o estadual seja retomado, os atletas retornam para competição. “O que fizemos foi desmobilizar nossa equipe a exemplo dos grandes clubes. Enviamos nossos atletas às suas respectivas residências e pedimos para manter a forma do jeito que puderem em casa”, disse Evaldo.

Devido ao cenário complicado sem solução visível no horizonte, a Federação teve o bom senso de cancelar o rebaixamento, isentando os clubes que optarem por abdicar da sequência do campeonato.

Caso o Estadual seja retomado, a situação dos grupos é a seguinte:

GRUPO A

1º Porto Velho – 14 pontos

2º Real Ariquemes – 13 pontos

3º Genus – 04 pontos

4º Rondoniense – 04 pontos (desistiu)

5º Guajará – 04 pontos (desistiu)

 

GRUPO B

1º Vilhenense – 14 pontos

2º Ji-Paraná – 13 pontos

3º União Cacoalense – 12 pontos

4º Atlético Pimentense – 06 pontos

5º Barcelona – 05 pontos (desistiu)

6º Guaporé – 04 pontos (desistiu)

Fonte: Folha do Sul